BANANA BREAD VEGANO SEM AÇÚCAR E SEM GLÚTEN

O charme desse banana bread é o leve sabor de nozes, sem a textura de nozes. Porém se você ama nozes, pode acrescentar também um pouco da oleaginosa picada no final.

Quanto ao açúcar, tenho evitado usar qualquer tipo de açúcar por causa do meu bebê de 1 ano e meio. E pela saúde em geral também. O que adoça esse bolo é a banana e um pouco de maple syrup ou melado de cana. Se você não tiver restrição com açúcar, substitua o melado de cana por 2 a 4 colheres de açúcar da sua preferência + água.

As métricas dessa receita são xícaras e colheres, sendo assim pode variar um pouco. Então uma dica importante é que a consistência da massa antes de assar deve ser quase como a de um pão. Para entender melhor, assista esse vídeo no meu canal (na descrição do vídeo tem o atalho para assistir somente essa receita 😉)

INGREDIENTES

  • 2 bananas nanicas maduras
  • 1 xícara de aveia ou farinha de aveia
  • 1 xícara de nozes
  • 2 colheres de sopa de linhaça
  • 1/4 de xícara óleo vegetal (de coco, de girassol etc)
  • 1/4 de xícara de maple syrup ou melado de cana ou 4 colheres de açúcar + 1/4 xícara de água
  • 4 colheres de farinha de mandioca crua ou torrada
  • Pitada de sal
  • 2 colheres de sopa de canela
  • 1 colher de sopa de fermento para bolo

MODO DE PREPARO

Comece ligando o forno, temperatura 180 graus.

No liquidificador ou processador triturar aveia, nozes e linhaça, até obter uma farinha. Transfira para um pote junto com os outros ingredientes secos, farinha de mandioca, canela e sal.

No mesmo liquidificador ou processador, adicionar as bananas maduras, o óleo e o maple syrup (ou adoçante de sua escolha). Bater até obter consistência bem líquida.

Misturar a banana batida com os secos. A massa deve ficar mais densa, quase como uma massa de pão (não tão seca como massa de pão). Misturar o fermento delicadamente. Assar por 40/50 minutos, até o bolo ficar todo dourado por cima e nas laterais.

Eu gosto de assar esse bolo em forma de bolo inglês, mas pode assar em forma retangular pequena. O bolo não cresce muito, então da para saber que tamanho de forma vai precisar, conforme a massa estiver pronta.

CREPIOCA VEGANA

Alguns anos atrás, quando eu ainda comia ovo, tapioca ficou extremamente popular em São Paulo. Porém, depois de pouco tempo eu comecei enjoar da tapioca pura e então experimentei fazer crepioca, que é basicamente ovo misturado com tapioca, grelhado em forma de crepe. Isso também se tornou popular por ser mais protéico e também sem glúten. Enfim, tudo isso pra dizer que eu amava crepioca!

Agora vegana, desde 2018, tive uma vontade de comer crepioca. E como alimentação vegana não é sobre restrição e sim sobre criatividade, uni a minha receita de pão de frigideira de lentilha com algumas colheradas de tapioca e obtive uma crepioca vegana 💛 (tão gostosa e proteica quanto a crepioca com ovo)

O que diferencia essa crepioca do pão de frigideira de lentilhas é a elasticidade que a tapioca acrescenta na massa. A crepioca eu tb faço maior e mais fina, pois a tapioca da mais liga para a massa, facilitando o cozimento, super fácil de grelhar, tanto como uma crepioca feita com ovo mesmo.

Sobre a lentilha crua, pode ficar tranquilo que não fica com gosto! Nem cheiro! Aliás, o sabor da lentilha cozida assim é delicioso e todos deveriam provar pelo menos uma vez na vida!

Quanto ao recheio, pode usar a criatividade! Eu sou muito apaixonada por queijo cremoso se castanha + tofu + sal + oregano 💛 Também gosto de comer com abacate e tomate. Com certeza fica bom com banana e manteiga de amendoim, ou qualquer outro recheio doce! Depois me conta como você fez o recheio, pode me mandar uma mensagem la no Instagram @daphnekarla 😉

INGREDIENTES

  • 1 xícara de lentilha seca (qualquer tipo)
  • 1 xícara de tapioca
  • Sal
  • Azeite ou frigideira antiaderente

MODO DE PREPARO

Deixar a lentilha de molho por 4 a 8 horas. Após esse período, lavar bem a lentilha e descartar toda água do demolho. Coloque em um liquidificador ou processador de alimentos, o ideal é bater com 1/4 de xícara de água, mas se precisar de mais água, acrescente aos poucos. A consistência deve ser uma pasta homogênea, porém não tão lisa por causa da casca da lentilha.

Eu gosto de misturar a quantidade certa para cada crepioca, duas colheres de sopa da lentilha batida com duas colheres de sopa de tapioca e uma pitada de sal, mexer com um garfo até encorporando bem. No início a massa vai parecer seca, mas em alguns segundos a consistência vai ficando mais líquida.

Grelhar em fogo médio, frigideira antiaderente ou untada com oleo. Em média 2 minutos por cada lado, ou até ficar com aparência de cozido. Rechear ainda na frigideira, servir dobrado ao meio ou enrolado como um crepe.

Essa receita rende 4 a 5 crepiocas, eu tenho um vídeo no meu canal onde faço essa receita para o café da manhã, assista para ver o passo a passo e resultado final. Bom a apetite 🙂

SALADA VEGANA DE PALMITO E QUINOA

(Sem fotos por motivo de problemas técnicos no site. Para ver imagens do passo a passo e salada pronta, assista esse vídeo:

Eu amo comer saladas nutritivas, saborosas e refrescantes no verão! Principalmente quando fazemos picnic na praia ou no parque 🙂

Essa salada de palmito e quinoa é super fácil de fazer, é uma salada vegana proteica e tem sabor e textura incríveis! Gostamos de comer com alface americana, chips crocantes ou com outro vegetal crocante também (pimentão ou tiras de cenoura).

A maionese de castanha de caju eu faço assim: https://www.daphne.kitchen/maionese-vegana-de-castanha-de-caju/ 👩‍🍳

Com a maionese vegana que vende no mercado deve ficar bom.. se fizer assim, me manda uma mensagem no Instagram me contando o que achou 😉

INGREDIENTES

  • 2 xícaras de quinoa cozida
  • 1 lata ou 200gr de palmito em conserva
  • 3 talos de salsão
  • 10 azeitonas verdes
  • Sal a gosto
  • Pimenta do reino a gosto
  • 1/2 xícara de salsinha ou coentro
  • 1 xícara de maionese vegana (https://www.daphne.kitchen/maionese-vegana-de-castanha-de-caju/)

MODO DE PREPARO

Comece preparando a maionese de castanha de caju, siga as instruções nesse link https://www.daphne.kitchen/maionese-vegana-de-castanha-de-caju/

Pique o salsão, o palmito, a azeitona e o tempero verde em cubos bem pequenos. Misture a quinoa cozida e a maionese de castanha de caju. Experimente para ajustar o sal e pimenta.

Pronto! Rende 4 porções como prato principal ou muitas porções como acompanhamento. Conservar na geladeira, comer gelado ou em temperatura ambiente.

OVO FRITO VEGANO – TOFOVO

Como fazer ovo frito vegano? Isso mesmo, ovo que não é ovo! Com tofu!

Primeiramente, vegano nenhum precisa de tofovo (vegan ovo) para se alimentar bem e ser saudável! Mas como existem alguns motivos diferentes para ter uma alimentação à base de plantas, tem gente que sente falta do ovo 🍳, ou porque gostava do sabor ou simplesmente por memória afetiva. Então cabe a cada um decidir qual o formato vai dar para seu tofu e ser feliz 😁

Eu quis experimentar essa receita por pura diversão e curiosidade também. Me inspirei na receita da @carolvidavegan, fiz algumas adaptações. A principal foi não usar sal negro (que tem aroma de ovo), pois nunca gostei muito do cheiro de ovo de qualquer maneira 🤭

INGREDIENTES

  • 200gr de tofu macio
  • 2 colheres de sopa de farinha de arroz
  • 1 colher de sopa de amido de milho
  • 1/4 xícara de agua
  • 1 colher de chá de açafrão em pó
  • Pitada de páprica
  • Sal a gosto
  • Opcional sal negro, para deixar com aroma de ovo

MODO DE PREPARO

Adicione o tofu, farinha de arroz, amido de milho, água e sal no liquidificador. Bater até obter uma consistência bem homogênea. Separe 3/4 desse tofu batido para ser a clara, e 1/4 para ser a gema.

Nesse 1/4 do tofu batido, misture o açafrão em pó e a páprica. A gema está pronta, lembrando que a cor amarela do açafrão se intensifica com o calor.

Em uma frigideira antiaderente, coloque a mesma quantidade de óleo que usaria para fritar um ovo, temperatura baixa/média. Coloque colheradas do tofu batido que corresponde a clara, espalhe com a parte de trás da colher para que fique do tamanho e espessura de um ovo frito. Com uma colher menor, coloque uma pequena porção do tofu que corresponde a gema, bem no centro da clara. Feche a frigideira com uma tampa e deixe cozinhar por 2 a 3 minutos.

A parte de baixo vai ficar mais dourada, colocando a tampa não vai ser necessário fritar os dois lados. Porém isso tb é opcional.

Essa receita rende 4 tofovos. Sirva como serventia ovo frito. Na foto eu fiz um sundubu vegano, tipo risoto coreano, que tradicionalmente vem com um ovo frito por cima!

SUNDUBU VEGANO

Eu sempre falo que essa sopa roubou meu coração, foi uma das primeiras vezes que provei comida coreana e uma das primeira vezes que eu realmente gostei de tofu que não fosse assado e super temperado!

Geralmente é uma sopa super apimentada e raramente vegana, então a vantagem de fazer em casa é poder colocar menos pimenta e fazer só com veggies e cogumelos.

Então já salva essa receita para quando o inverno chegar, pois eu prometo que vai te aquecer, não importa quão frio estiver!

INGREDIENTES

  • 1 cebola
  • 3 dentes de alho
  • 3 colheres de sopa de óleo de gergelim
  • 100 gr de cogumelos frescos ou secos
  • 1 abobrinha
  • 1 colher de sopa de gochugaru (pimenta coreana em pó)
  • 3 colheres de sopa de molho shoyo
  • Sal a gosto
  • 300 gr de tofu mole (soft tofu ou soon tofu)
  • 1/2 xícara de cebolinha

MODO DE PREPARO

Comece refogando cebola e alho no óleo de gergelim, adicione o cogumelo e abobrinha. Tudo picado em tamanho médio. Quando começar a dourar, acrescentar a pimenta gochugaru, molho shoyo e sal. Acrescentar 3 xícaras de água fervendo. Ajustar a quantidade de sal, tampar e cozinhar por 10 minutos no fogo médio.

Desligar o fogo, acrescentar o tofu. Servir com cebolinha fresca e arroz branco. Essa receita rende 2 porções generosas 🙂

Sobre a quantidade de pimenta, se você nunca comeu comida coreana apimentada, comece fazendo essa receita com 1/3 colher de sopa. Vai acrescentando mais aos poucos..

Sobre qual cogumelo usar? Nas fotos aqui do site eu usei um pouco de champignon fresco e cogumelo enoki, no vídeo usei cogumelo shitake seco.

PÃO DE QUEIJO DE TOFU VEGANO

Pão de queijo de tofu (sem queijo e com muito amor 💛)
.
1 xícara de polvilho azedo
1 xícara de polvilho doce
1/2 xícara água fervendo
200 gramas de tofu (qualquer tofu!)
1/2 colher de chá de sal (ou a gosto)
1/4 xícara azeite de oliva ou óleo vegetal
2 colheres de sop de levedura nutricional (opcional, mas é o que vai deixar com mais sabor de queijo)
.
Misture todos os ingredientes na mão ou em uma batedeira, a massa tem que ficar bem homogênea e não muito seca. Faça bolinhas do tamanho que quiser, assar em forno pré-aquecido, temperatura média, por 20 a 25 minutos 🙌
.
Se não usar a levedura nutricional não vai ficar com tanto gosto de pão de queijo, mas vai ficar gostoso também. Acrescente chia ou ervas para um pãozinho ainda mais nutritivo 💫
.
Acesse meu site para outras receitas de pão de queijo vegano, feitos com mandioca ou com castanhas 😋
.

BROWNIE DE FEIJÃO PRETO E CACAU VEGANO

Bem vindo 2021! E para comemorar, uma receita doce e cheia de nutrientes, afinal já sabemos que a saúde importa e é possível sim comer um docinho e continuar firme e forte!

Eu já tinha visto muita gente falando sobre brownie feito com feijão preto, vocês também?

Enfim, finalmente decidi experimentar.. pesquisei algumas receitas e aí adaptei para nosso gosto e preferência. Que ultimamente é doces sem açúcar! Adoçado com frutas ou no máximo maple syrup, adoraria usar melado de cana, porém não encontro aqui para comprar..

Lembrando que é sempre bom deixar o feijão de molho por no mínimo 24 horas, trocando a água de vem em quando. Para que os nutrientes sejam absorvidos mais fácil e para ter menos gases!

INGREDIENTES

  • 2 xícaras de feijão preto cozido sem tempero
  • 4 colheres de sopa de cacau em pó
  • 2 colheres de sopa linhaça ou chia
  • 8 tâmaras ou 1 xícara de uva passas (para adoçar)
  • 2/3 xícara de água ou leite vegetal
  • 2 colheres de sopa de óleo vegetal
  • Pitada de sal
  • 1/2 colher de sopa de canela
  • 1/2 colher de sopa de fermento
  • Nozes picadas para decorar

MODO DE PREPARO

Bater todos os ingredientes no liquidificador (menos o fermento e as nozes), adicione mais água aos poucos até conseguir bater e obter uma massa bem homogênea. Misture o fermento. Decore com nozes ou com tâmaras picadas.

Assar em uma assadeira retangular pequena, forno médio por 40 minutos, ou até formar uma crosta mais sequinha por fora.

Deixe esfriar completamente antes de cortar e servir. A textura fica muito perfeita e não fica com gosto de feijão! Juro!!!

Se fizer aí, faz uma foto bem linda e envia para mim no Instagram @daphnekarla 😋

FEIJOADA VEGANA COM TOFU E COGUMELOS

Você já comeu feijoada vegana? Era basicamente feijão preto e água? Está na hora de experimentar uma feijoada vegana com pedaços de tofu e cogumelos, que vai ser inesquecível!

Esta receita eu testei algumas vezes e posso garantir que vai ser a melhor feijoada vegana do mundo. Então separe os ingredientes e mãos à massa 🙌

Dois fatores importantes para um sabor intenso e idêntico a feijoada (porém melhor!), primeiro paprika defumada ou paprika picante. Segundo é grelhar muito bem o cogumelo e o tofu, para obter assim texturas mais firmes e ao mesmo tempo umami!

INGREDIENTES

  • 500 gr de feijão preto
  • 1 cebola
  • 6 dentes de alho
  • 1/2 xícara de azeite de oliva ou óleo vegetal
  • 1 beterraba grande
  • 2 cenouras
  • 250 gramas de tofu firme (ou mais firme possível)
  • 250 gramas de cogumelo fresco (qualquer tipo!)
  • 4 colheres de sopa de paprika defumada ou picante
  • 1 colher de sopa de cominho
  • sal e pimenta a gosto

MODO DE PREPARO

Comece deixando o feijão de molho. Eu gosto de deixar por no mínimo 24 horas, com algumas gostas de limão e trocando a água algumas vezes durante esse período.

Cozinhe o feijão da maneira que for mais fácil para você, eu cozinho na panela normal, fogo baixo/médio por 40 a 50 minutos. Com tampa fechada!

Ensaiando o feijão cozinha, vamos preparar os outros ingredientes em duas estampas:

Primeiro pique a cebola e o alho, coloque pra refogar com o azeite. Acrescente a beterraba picada em pedaços médios (que imitem os pedaços de carne de uma feijoada) e a cenoura em rodelas de 1/2 centímetro. Os temperos e sal também devem refogar nesse óleo, para intensificar o sabor. Quando a cebola estiver bem caramelizada, cubra os legumes com água quente e deixe cozinhando no fogo médio por 10/15 minutos.

Sobre o tofu, o ideal é ter um tofu mais firme possível, então se sei tofu for muito macio, quando começar a cozinhar o feijão, mas embrulhe o tofu em um pano grosso (ou dois panos) e coloque alguma coisa pesada em cima! Pode ser uma panela com água, por exemplo. Isso vai fazer com que o tofu fique mais seco e firme.

Segunda etapa, em uma frigideira ou chapa de ferro, grelhe o tofu e o cogumelo fatiados (novamente em tamanhos que imitem pedaços de carne em uma feijoada). Eu usei óleo suficiente para criar uma crosta, mas não demais para considerar fritura submersa. Para entender melhor, assista meu vídeo no YouTube. Acrescentei os temperos na grelha mesmo, sal, paprika, cominho e azeite.

Quando o feijão já estiver macio, misture com os dois preparos, os legumes e os cogumelos e tofu. Mexa delicadamente até ficar tudo encorporando, ajuste a quantidade de sal e pimenta.

Deixe cozinhar por mais 20 min em fogo baixo e com tampa, para que todos os sabores mesclem com o feijão.

Sirva como uma boa feijoada: arroz branco com alho, couve refogada, farofa e laranja 🍊 no vídeo eu fiz a minha farofa favorita de amêndoas com semente de abóbora, não tem muito segredo. De qualquer maneira vou compartilhar as quantidades no próximo post aqui do site!

TORTA INTEGRAL DE BANANA VEGANA

Receita perfeita para usar todas as bananas maduras da sua fruteira,e que eu venho adaptando fazem muitos anos. Minha inspiração é a torta integral de banana do restaurante Madureira em São Paulo. A aparência não é idêntica, mas o sabor bem parecido.

Eu acredito que na receita do madureira, eles usem banana da terra, isso vai deixar as camadas de banana mais acentuadas e vai precisar de mais açúcar, para deixar a torta docinha. Sendo assim, mais açúcar Mascavo, a torta toda vai ficar mais marrom.

Nessa minha receita eu preferi usar banana nanica bem madura, reduzindo assim a quantidade de açúcar to total e obtendo uma torta bem docinha e mais saudável 🙂

Nesta receita eu fiz 3 camadas de massa e 3 camadas de banana, mas pode fazer só 2 camadas ou o quanto quiser. O tempo de forno vai variar um pouco se você mudar a quantidade de camadas, o ideal é ficar de olho para não queimar mesmo.

INGREDIENTES

  • 9 a 12 bananas nanicas maduras
  • 1/2 xícara de amendoim sem sal
  • 5 colheres de sopa de açúcar mascavo
  • 2 colheres de sopa de canela em pó
  • 3 xícaras de aveia em flocos
  • 6 colheres de sopa de farinha de trigo integral
  • 1/2 xícara de uvas passas (opcional)
  • 3 colheres de sopa de óleo de coco ou outro óleo neutro
  • pitada de sal

MODO DE PREPARO

Para preparar o leite de amendoim, adicione no copo do liquidificador o amendoim, 1 xícara de água, 2 colheres de açúcar Mascavo e uma pitada de sal. Bata bem até ficar bem líquido. Não precisa coar. Reserve.

Pré aqueça o forno, temperatura média. Separe 3 potes pata fazer as três camadas de massa da torta. Em cada pote, adicione 1 xícara de aveia, 2 colheres de sopa de farinha integral, 1 colher de açúcar Mascavo, pitada de sal, pitada de canela, 1 colher de óleo, 2 colheres do leite de amendoim e 2 colheres de uvas passas. Misture com as mãos, a textura vai ser como uma farofa úmida. Prepare todas as 3 camadas, em seus respectivos potes e reserve.

Fatie as bananas no sentido do comprimento. Cada banana deve render 4 a 5 fatias.

Para montar a torta eu recomendo usar uma forma redonda e de fundo removível. Ou pode ser um pirex médio com papel manteiga na base. Espalhe a primeira camada de “farofa” no fundo, não precisa pressionar com os dedos, basta espalhar uniformemente. Adicione uma camada de bananas fatiadas, uma ao lado da outra. Repita mais uma camada de farofa, mais uma de banana, mais uma de farofa e por último uma camada de banana. Agora despeje uniformemente o restante do leite de amendoim por cima da torta. Asse em forno médio por 20 minutos, reduza a temperatura para baixa e asse por mais 40/50 minutos. Para as bananas caramelizarem em cima, ligue o grill nos últimos 5 minutos.

Retire do forno e espere esfriar para desenformar. Polvilhe canela ou cacau por cima. Aproveite cada mordida, pois essa torta é sensacional 🙂

Pão de frigideira de lentilhas

Esta receita é uma mão na roda, super fácil de fazer e sempre cai bem! Café da manhã, lanchinho ou até na marmita.

Quando tenho um tempinho já faço logo o dobro e congelo para facilitar os dias da semana. Não tem muito segredo, e funciona com qualquer lentilha!

Eu amo comer com avocado amassado ou tofu mexido. O meu bebê Oscar também adora, puro mesmo ou com tahini. Da para fazer um sanduíche também e ser feliz 🙂

INGREDIENTES

  • 1 xícara de lentilha
  • água para deixar de molho e água para bater
  • Sal
  • 2 colheres de sopa de azeite

MODO DE PREPARO

Deixe 1 xícara de lentilha de molho em 4 xícaras de água, por pelo menos 4 horas.

Lave bem a lentilha que ficou de molho, umas 2 ou 3 vezes. Descarte toda água e coloque no copo do liquidificador, acrescente 1/2 xícara de água filtrada, sal e o azeite. Bata em velocidade alta até obter uma massa bem homogênea.

Em uma frigideira antiaderente, ligue o fogo baixo e vai despejando 2 a 3 colheres de sopa de massa, formando um círculo. Se quiser um pão mais volumoso, use uma tampa na frigideira. Após 2 a 3 minutos, verifique se formou uma crosta dourada na parte de baixo, so então vire para grelhar do outro lado.

Muito importante ter paciência nesse processo, se tentar virar antes de formar uma crostinha, não vai dar certo! Vai virar uma gororoba! Se seu fogo baixo for muito baixo, aumente aos poucos. Mas não deixe ficar muito quente, se cozinhar muito rápido por fora, vai ficar cru por dentro.

Nesta foto eu fiz o dobro da receita e deixei os pãezinhos mais volumosos.

Essa receita rende 6 a 10 pãezinhos, dependendo do diâmetro que você fizer. Da para conservar na geladeira por 3 dias ou congelar por algumas semanas.

RECEITA CREAM CHEESE VEGANO

Essa receita é uma mistura de cream cheese com requeijão! Fica sensacional!

É perfeito para comer em lanches e até para usar em receitas. Assista meu vídeo no YouTube para o passo a passo e para uma ótima ideia de como se deliciar com o cream cheese.

INGREDIENTES

  • 2 pedaços médios de mandioca (2 xícaras de mandioca cozida)
  • 1/4 xícara de castanha de caju crua
  • 1 dente de alho
  • Suco de 1 limao
  • 1 colher de chá de vinagre
  • 3/4 água do cozimento da mandioca
  • Sal a gosto
  • 1 colher de sopa de levedura nutricional ( opcional)

KIMCHI VEGANO

Para quem não sabe, meu marido é brasileiro mas a família dele veio da Coreia do Sul. Então por isso eu tenho tanta paixão por culinária Coreana e sempre posto receitas novas aqui.

A receita de hoje é uma das minhas paixões na culinária coreana! O kimchi 💛

Eu fui obrigada a aprender a fazer por dois motivos… primeiro por que a maioria dos kimchi’s que vende no mercado não são veganos, tem que olhar muito bem a lista de ingredientes.

Segundo por que o melhor kimchi que eu já comi na vida foi a mãe de uma amiga coreana que fez, estava bem fresco ainda e com muito gengibre! Eu tento sempre ajustar a quantidade de gengibre para ficar igual, estou quase chegando lá 🙌

Uma informação importante para quem nunca provou kimchi, geralmente é bem apimentado sim! Mas o melhor de fazer em casa é poder pegar leve com a pimenta! Podendo assim usufruir dos inúmeros benefícios que essa acelga fermentada tem!

INGREDIENTES

  • 1 acelga bem grande
  • 1 xícara de sal grosso

Tempero:

  • 1 colher de sopa de Misô ou 2 de shoyo
  • 4 dentes de alho amassados
  • 1 cebola ralada
  • 1 maçã ou pera ralada
  • 1 cenoura ralada
  • 2 cm de gengibre ralado
  • 4 colheres de kochucaru (pimenta coreana em flocos )
  • 4 talos de cebolinha picada

MODO DE PREPARO

Vamos começar higienizando bem a cozinha! É preciso ter muito cuidado para que a fermentação aconteça direitinho.

Fatie a acelga em pedaços pequenos/médios ou do tamanho que quiser. Assista meu vídeo para saber como eu gosto. Em um refratário grande, coloque toda acelga picada intercalando com sal grosso. No final massageie toda acelga com sal. Cubra com panos limpos e deixe descansar:

O sal vai desidratar a acelga e cozinhar também. Pode mexer a acelga a cada 2 horas, para que todos os pedaços fiquem bem murchos. O volume total deve reduzir para 1/3. Então não tenha medo de comprar uma acelga grande! Esse processo deve durar entre 8 a 24 horas! Só tenha cuidado, as estiver muito calor, deixe a acelga com sal dentro da geladeira! E sempre que for mexer, limpe bem as mãos!!!

Agora com a acelga desidratada, vamos lavar o excesso de sal. Eu uso um escorredor de macarrão bem grande e passo na água corrente por um tempo. Depois deixo de molho na água limpa. Repasso essa água e repito todo esse processo umas 3 vezes. Se você provar um pedaço da acelga, ainda vai estar salgada, mas sem excesso!

Deixe a acelga escorrendo, e prepare o restante dos ingredientes conforme está descrito na lista.

Na hora de temperar a acelga, eu prefiro usar as mãos. Se quiser, utilize luvas. Massageie todo o tempero até que toda acelga esteja encoberta e avermelhada.

Transfira toda acelga temperada para um refratário de vidro com tampa de rosquear. Esse refratário precisa estar esterilizado, ou seja, bem limpo. Não pode encher até o topo, precisa sobrar 3 dedos de ar para que a fermentação aconteça.

Agora é só deixar no funda da geladeira por duas a quatro semanas. Fique atento a sinais de bolor ou avidez demais! Na dúvida, se você nunca experimentou kimchi, tente comprar algum pronto pelo menos uma vez. Assim da para ter uma referência de como o kimchi da minha receita deve ficar.

Outro ponto positivo do kimchi vegano é que não tem cheiro tão forte quanto o tradicional. É até aromático!