BOMBOM NA TAÇA VEGANO

Uma doce surpresa, um presente em forma de sobremesa, lindo de ver e maravilhoso na hora de comer! Essa é minha versão vegana de Bombom na Taça com morangos, mas pode ser com outras frutas também 🍓🍇🥝🍌

Bombom na taça vegano

Eu não sou o tipo de pessoa que é super fã de açúcar, mas isso não quer dizer que não gosto de doce! Pelo contrário, estou sempre procurando alguma coisa doce para lanches ou como sobremesa mesmo!

Quando vi essa receita pela primeira vez, em uma Live de dia dos namorados da Camila Queiroz com a irmã dela Melina, me derreti de vontade de provar essa taça recheada de brigadeiro branco, morangos e ganache de chocolate! Masss como sou vegana, não poderia seguir a receita que elas estavam preparando.

Passei alguns dias estudando algumas possibilidades, fiz alguns testes (que delicia) e cheguei a um resultado maravilhoso, que estou dividindo com vocês aqui e no meu canal do YouTube 😋 (nesse link)

Algumas observações. O substituto para o creme de leite é o leite de arroz feito em cada com 10% de aveia, você pode substituir a aveia por amido de milho (maisena). Ah, não fica com gosto de arroz, eu prometo! Eu usei açúcar para deixar a receita mais acessível, mas pretendo testar com tâmaras em breve, então fique de olho para atualizações nessa receita.

O morango é a fruta perfeita, por ser azedinho, da um equilíbrio muito bom com o doce do brigadeiro branco e o chocolate da ganache. Mas pode usar qualquer outra fruta da sua preferência, por exemplo uvas, banana, kiwi, abacaxi! Só precisa tomar muito cuidado para não montar as taças com nenhum dos cremes quentes! Pois pode azedar as frutas!

IMPORTANTE: essa sobremesa fica bem na geladeira por no máximo 2 dias! O ideal é preparar no mesmo dia, mais cedo ou no dia anterior que for consumir. As frutas soltam líquido e oxidam, por isso não vai ficar muito bom depois de 2 dias!

INGREDIENTES

  • 4 xícaras de leite de arroz cozido (receita fácil aqui)
  • 3 colheres de aveia ou 2 de amido de milho
  • 1/2 xícara de açúcar
  • 2 colheres de creme vegetal (margarina) ou óleo neutro (soja, girassol)
  • Raspas de limão (opcional)
  • 1/2 colher de sopa de Essência de baunilha (opcional)
  • 1 barra de chocolate meio amargo VEGANO
  • pitada de sal
  • 2 caixinhas de morango ou aproximadamente 300gr de fruta da sua preferência (ler sugestões acima)

MODO DE PREPARO

A receita do leite de arroz cozido está aqui.

Para fazer o “brigadeiro branco vegano” coloque no liquidificador 3 xícaras de leite de arroz cozido e 3 colheres de sopa de aveia. Bata bem até dissolver tudo. Se quiser, pode coar pra ficar bem líquido. Transfira para uma panela, em fogo baixo, acrescente a margarina OU óleo, açúcar, essência de baunilha e rascunhas de limão. Cozinhe por 10 a 15 minutos, mexendo sempre pra não grudar o fundo. Desligue o fogo, reserve e deixe esfriar completamente.

Para a ganache de chocolate, derreta a barra de chocolate em banho maria, com muito cuidado para não queimar o chocolate. O fogo tem que ser bem baixo mesmo! Quando chocolate estiver derretido, retire do banho maria, misture 1 xícara de leite de arroz e a pitada de sal. Reserve

Pique os morangos ou as frutas da maneira que desejar. Pode ser em rodelinhas, como eu fiz no vídeo, reserve. Separe agora as taças ou copos que vai montar a sobremesa. Se quiser, pode montar em um refratário maior.

Bombom na taça vegano 🌱

Para montagem, comece com o brigadeiro branco, fruta, ganache, brigadeiro branco, fruta, mais ganache e fruta para enfeitar. Assista o vídeo se tiver dúvida. Precisa ter muita paciência e calma, rsrs. Eu mesma me apressei e sujei um pouco as laterais! Mas não tem problema, é só limpar depois com um papel úmido! Fica lindo demais!

Essa receita rende 4 porções. Mas isso pode variar dependendo do tamanho da sua taça ou copo. Compartilhe com alguém que você ama 💛

LEITE VEGETAL DE ARROZ COZIDO

Eu fiquei surpresa com o tanto de interesse das pessoas quando postei uma foto falando sobre leite vegetal, e principalmente feito em casa! Então a receita de hoje é leite vegetal barato e feito em casa, fácil de fazer e super versátil: leite de arroz cozido 🥛

Eu já vi alguns blogs debatendo que leite de arroz tem baixa quantidade de proteína, não sendo assim a melhor opção de leite vegetal. Então eu me pergunto, quem disse que leite tem que ser fonte de proteína? (Exceto quando somos bebês e bebemos leite da nossa mãe, para o momento de maior desenvolvimento corporal da nossa espécie) O leite pode não ter proteína, mas podemos consumi-lo com uma granola caseira vegana e proteica, pronto! Assim mais um exemplo de refeição vegana que vai garantir que seres humanos não morram dessa temida doença que é “falta de proteína” 😅

Graças a indústria e produção em massa, é cada vez mais comum encontrar leites vegetais (entre outros produtos) nas prateleiras de supermercados. Mas ao mesmo tempo, antes de se tornar popular, os preços vão as alturas, impedindo assim que mais pessoa tenham acesso e assim possibilitando a troca de leite de vaca por leite de sementes, grãos, castanhas ou leguminosas. Assim entendemos que um dos males e ao mesmo tempo poderes do veganismo é a industrialização dos alimentos.

Eu pessoalmente nunca gostei de beber leite puro, para quem tem esse hábito, eu sugiro que experiente diversos tipos de leites vegetais diferentes, pois a variedade é imensa. Quando preparamos em casa, as possibilidades aumentam ainda mais, tudo dependendo do nosso gosto ou da utilidade do leite.

Vou dar um exemplo, se você gosta muito de beber leite frio ou gelado, o leite de aveia vai ser uma excelente opção, pois naturalmente é mais grosso e não é o mais indicado para bebidas quentes, pois tem muito amido e geralmente vira um mingau depois de quente. O Leite de arroz também é uma boa opção!

Se você prefere leite quente, os leites de castanhas são perfeitos. Meu favorito é o de amêndoas ou de avelã 😋 Uma opção mais acessível para consumir quente é o leite de coco ou o de arroz, fica perfeito com café!

Para fazer receitas também podemos variar bastante e os resultados são surpreendentes! Recentemente eu desejei uma sobremesa que chama Bombom na Taça, e precisa de creme de leite para o brigadeiro branco e também pra a ganache. Quis fugir do obvio ou do industrializado, então decidi testar o leite de arroz cozido!

Eu já tinha feito leite de arroz demolhado, e me lembro que o resultado foi um leite bem levinho e de sabor fraco. Então decidi fazer com arroz cozido, buscando um leite mais espesso e encorpado. De sabor neutro. O resultado foi surpreendente! Vamos para a receita!

INGREDIENTES

  • 1 xícara de arroz cozido sem tempero
  • 4 xícaras de água
  • tâmaras (opcional)
  • açúcar (opcional)
  • canela (opcional)

MODO DE PREPARO

O arroz pode ser branco ou integral, importante estar cozido apenas na água, sem nada de temperos.

No liquidificador ou processador de alimentos, vamos bater o arroz com a água por 2 a 3 minutos, o arroz vai sumir mesmo. Mesmo assim eu coei usando um pedaço de pano limpo, ou tecido de coar suco, sabe? Quase não sobra polpa, mas eu quis garantir que ficasse bem líquido e nem nada de resíduo.

Essa proporção de 1 por 4 é para um leite bem líquido, se quiser leite mais cremoso, experimente 1 xícara de arroz para 2 xícaras de água.

Fica com gosto de arroz? O gosto de arroz é bem leve, e por isso também eu sugeri alguns ingredientes a mais, que já vai deixar seu leite pronto para consumo e com menos gosto de arroz (principalmente para quem gosta de beber leite doce). Eu vou fazer com tâmaras e canela da próxima vez, é só bater tudo no liquidificador e coar. Tenho certeza que vai ficar muito gostoso!

CHEESECAKE VEGANO COM CALDA DE FRUTAS VERMELHAS SEM AÇÚCAR

Sabe aquela sobremesa que combina com tudo? Agrada quase todo mundo e ainda é saudável 😋

*ESSA RECEITA PRECISA SER PREPARADA COM ALGUMAS HORAS DE ANTECEDÊNCIA! LEIA COM CUIDADO TODAS AS INFORMAÇÕES.

Pois é! Esse cheesecake vegano que na verdade não tem nada de cheese (queijo) é uma doce surpresa até para quem não gostava de cheesecake, como eu!

O principal ingrediente aqui é castanha de caju crua! Esse item é insubstituível. Pode ser meio caro comprar em alguns lugares, mas pensando bem cheesecake tradicional também não é nada barato, pois o principal ingrediente geralmente é cream cheese, que também não é barato. Então, minha sugestão é, separe uma reserva para comprar a castanha e caju e faça esse cheesecake! Você não vai se arrepender!

A calda de frutas vermelhas pode ser substituída por calda de goiabada! Minha favorita!!! Ou por uma calda só de morangos, ou até mesmo uma calda de maracujá! O cheesecake é bem neutro, então combina com todas essas opções e muito mais.

A levedura nutricional no recheio é completamente opcional! Eu gosto de colocar um pouco, mas se você for amante de cheesecake com gosto de queijo mesmo, pode dobrar a quantidade de levedura nutricional.

Nessa receita eu uso somente tâmaras para adoçar tanto a massinha de baixo quanto o recheio. A crosta pode ser adoçada com açúcar ou qualquer outro adoçante, mas provavelmente vai precisar adicionar um pouco mais de água, para ficar úmida e conseguir moldar (veja a consistência ideal no vídeo). O recheio é mais fácil de adoçar com qualquer tipo de açúcar ou adoçante. Apenas lembre-se de experimentar conforme for fazendo, para ter certeza que ficou doce suficiente.

A calda de frutas vermelhas eu adocei com maçã ralada! Fica surpreendente! Essa técnica de adoçar com maçã funciona para várias receitas de caldas e geleias e não fica com gosto de maçã 😍

INGREDIENTES

  • 2 xícaras de castanha de caju cruas
  • 10 tâmaras
  • 1 xícara de aveia
  • 1 xícara de nozes ou amêndoas
  • Água
  • Sal
  • 200 ml de leite de coco
  • 2 colheres de sopa de levedura nutricional
  • 1 limão
  • 300 gramas de frutas vermelhas ou só morango
  • 1 maçã
  • 1/2 limão

MODO DE PREPARO

Se você quiser, assista o passo a passo no vídeo.

Comece colocando as castanhas de caju de molho em água quente, precisa ficar de molho por 1 hora (se seu liquidificador for potente, pode deixar de molho por 15 minutos.)

Coloque as tâmaras de molho em 2 xícaras de água quente (vamos utilizar essa água depois)

Para o preparo da massa, coloque no copo do liquidificador ou do processador de alimentos 4 tâmaras sem caroço, 1 xícara de nozes ou amêndoas, 1 xícara de aveia, 1/2 colher de chá de sal e 1/4 de xícara da água que as tâmaras ficaram de molho. Bater bem até ficar com consistência de massinha de modelar. Não precisa ficar muito homogênea, mas precisa ter uma certa liga.

Em uma assadeira redonda com fundo removível, unte com óleo de coco ou utilize papel manteiga no fundo, abra essa massa com as mãos mesmo, cobrindo todo fundo e deixando mais nivelado possível. Eu gosto de usar a parte de trás de uma colher para ajudar a deixar bem retinho (veja no vídeo)

Asse em forno médio por 10 minutos. Retire do forno e deixe esfriar.

Para o recheio, no copo do liquidificador ou processador de alimentos coloque 6 tâmaras sem caroço, 2 xícaras de castanha de caju, 200 ml de leite de coco, 1/2 colher de chá de sal, 2 colheres de levedura nutricional e suco de 1 limão. Bata tudo até ficar bem homogêneo, se precisar adicione 1/4 de xícara da água que as tâmaras ficaram de molho. Tem que ficar bem cremoso.

Coloque o recheio em cima da massa já fria, e leve ao congelador por no mínimo 6 horas. Se seu congelador não for muito potente, o ideal é deixar por umas 10/12 horas.

Para fazer a calda, em uma panela com tampa, coloque as frutas vermelhas ou só morango, a maçã ralada sem casca, 1/2 xícara da água que as tampas ficaram de molho e suco de 1/2 limão. Leve ao fogo baixo e deixe cozinhando com a tampa por 30/40 minutos. Vai mexendo de vez em quando. Se quiser a calda mais doce, coloque mais maçã ralada. Não se preocupe, não fica com gosto de maçã! Reserve.

Pode deixar a calda pronta guardada em um pote na geladeira. Se você for servir o cheesecake para mais de 8 pessoas, pode cobrir com a calda e enfeitar com mais morangos. Mas se você acha que não vão comer tudo, eu prefiro ir cortando fatias e colocando calda só quando for servir. Pois se sobrar cheesecake, é melhor conservar no congelador e a calda congelada não fica tão boa.

Bom, por último, se o cheesecake ficou mais de 10 horas no congelador, deixe em temperatura ambiente por 30 minutos antes de servir. Cuidado em climas muito quentes! Se ficar muito tempo fora do congelador, vai derreter tudo!!!!

HAMBÚRGUER DE FEIJÃO PRETO E BETERRABA

Essa receita já teve muitas variações aqui na minha cozinha. Mas vou compartilhar a mais fácil de fazer, assim não tem nem desculpa para comer um burger no final de semana, sem peso na consciência e sem gastar muito!

Eu também chamo esse hambúrguer de “restô dontê”, pois a maioria dos ingredientes provavelmente tem sobrando aí na sua geladeira! Como por exemplo, resto de arroz e resto de feijão preto.

Se quiser, pode fazer com outros tipos de feijão. A cor vai ficar diferente e o sabor também. Eu particularmente gosto de fazer com o feijão preto mesmo.

Eu sempre faço em grandes quantidades e deixo os hambúrgueres já moldados congelados, é uma mão na roda e sempre uma ótima opção para comer com salada 😋

INGREDIENTES

  • 4 xícaras de feijão preto cozido
  • 1 xícara de arroz branco ou integral cozido
  • 1 beterraba grande
  • 1 cebola
  • 2 dentes de alho
  • Azeite de oliva
  • Paprika defumada
  • Cominho
  • 2 colheres de sopa de vinagre balsâmico
  • Farinha de mandioca (até dar liga)
  • 1/4 xícara de Aveia em flocos

MODO DE PREPARO

Comece picando a cebola e o alho, refogue com azeite de oliva, sal, pimenta do reino, paprika e cominho por 10 minutos. Usando a parte grossa do ralador, rale a beterraba sem casca. Reserve.

No copo do liquidificador ou processador de alimentos, coloque 1/3 do feijão e os temperos já refogados. Bater até obter uma pasta.

Em uma tigela, misture essa pasta com o restante do feijão, o arroz, a beterraba, aveia e o vinagre balsâmico. Coloque 1/2 xícara de farinha de mandioca e misture tudo muito bem. Se estiver muito úmido, vai acrescentando mais farinha aos poucos, até obter uma massa que possa ser moldada, formando os hambúrgueres (veja o passo a passo no vídeo)

Eu recomendo já moldar todos os hambúrgueres, do tamanho e formato que você quiser e congelar os que não for comer na hora.

Se for grelhar, utilize um pouco de azeite de oliva para não grudar. Ou asse em forno médio por 15 minutos de cada lado. E pronto!

Na foto e no vídeo eu fiz com uma maionese de abacate, fatiei tomate e alface. Ficou perfeito! 😛

CARPACCIO VEGANO DE BETERRABA E ABOBRINHA

Essa receita é uma das minhas favoritas no momento! Nada como uma beterraba assada, bem macia e com sabor intenso! Eu amo!

A abobrinha é uma deliciosa surpresa, agrega textura crocante e contraste para a tão presente beterraba. Simplesmente incrível!

INGREDIENTES

  • 4 beterrabas médias/ grandes (mais arredondada possível)
  • 2 abobrinhas
  • Azeite de oliva
  • Sal e pimenta do reino
  • Rúcula ou outra salada verde

MODO DE PREPARO

Assista o vídeo

Esta receita rende quatro porções.

BERINJELA RECHEADA VEGANA

Essa receita é especial! Muito simples e com sabor incrível! Se você quiser, pode usar queijo vegano por cima para gratinar.

INGREDIENTES

  • 2 berinjelas médias/ grandes
  • 1 cebola
  • 100gr de cogumelos frescos ou champignon (opcional)
  • 2 dentes de alho
  • 2 tomates bem maduros ou 1/2 lata de extrato de tomate
  • Azeite de oliva
  • 1/2 xícara de nozes
  • 1/2 xícara de azeitonas pretas
  • 1 e 1/2 xícaras de arroz cozido
  • sal e pimenta
  • Tomatinhos para decorar

MODO DE PREPARO

Assista o vídeo

Esta receita rende quatro porções.

MINI TORTA DE LIMÃO VEGANA SAUDÁVEL

Nada mais bonito de refrescante do que uma torta de limão com, com rascunhas por cima, claro!

Eu amooo limão, sempre amei, mas confesso que nunca gostei tanto assim de torta de limão, pois são geralmente muito doce e pesada. Então essa minha versão é mais fresca e levinha. Perfeita para matar a vontade de comer um docinho. E melhor ainda, sem culpa!

Lembre se de fazer essa receita pelo menos 6 horas antes de consumir. Essas horinhas no congelador são essenciais para a consistência ideal.

INGREDIENTES

  • 1 e 1/2 xícaras de aveia
  • 1 xícara de coco ralado (sem açúcar)
  • 2 colheres de linhaça
  • 6 tâmaras ou 2 colheres de açúcar Mascavo ou adoçante da sua preferência
  • Pitada de sal
  • Água
  • 400 ml de leite de coco
  • 1/2 xícara de castanha de caju
  • 1/2 xícara de agave ou melaço de cana ou adoçante da sua preferência
  • Suco de 3 limões
  • Raspinha da casca dos 3 limões

MODO DE PREPARO

Assista o vídeo :

Esta receita rende 12 mini tortinhas.

LASANHA VEGANA FÁCIL

Receita de lasanha vegana fácil, rápida e muito gostosa. Eu gosto de fazer essa lasanha quando estou com muita vontade de comer comida com gosto de comida de vó, e ao mesmo tempo não estou afim de ficar muitas horas na cozinha.

Eu gravei um vídeo recentemente me desafiando a fazer essa lasanha em menos de uma hora. Tipo prova do masterchef 😂 Olha que eu consegui, isso que eu também organizei toda filmagem, mudava câmera de lugar etc. O vídeo está nesse link. Se você aceitar o desafio, me conta depois de deu pra fazer em menos de uma hora e como ficou o resultado 😋

Sobre substituições. No vídeo eu fiz o molho bolonhesa vegano com quinoa vermelha. Mas você pode fazer também o molho de bolonhesa vegano de lentilhas, que tem nesse post. Ambos ficam muito bons e em termos de nutrição, substituem muito bem a carne do molho tradicional.

Em relação ao molho branco. Eu vou deixar aqui a versão mais simples e barata, que por sinal é a mais parecida com o molho branco tradicional. Mas se você quiser um pouco mais de sabor de “queijo” acrescente 1/4 de xícara de castanha de caju e 2 colheres de sopa de levedura nutricional. Eu gosto de ambos.

INGREDIENTES

  • 1 batata comum tamanho médio
  • 1 cebola
  • 6 dentes de alho
  • 1/4 de couve flor (média de 2 xícaras)
  • 1/2 xícara Quinoa vermelha ou lentilhas
  • 1 lata de tomate sem pele ou 1/2 kilo de tomates maduros
  • 2 colheres de extrato de tomate concentrado
  • 1/2 xícara de azeitona preta
  • Paprika defumada
  • Sal
  • Pimenta do Reino
  • Azeite de Oliva
  • Massa para lasanha

MODO DE PREPARO

Em uma panela coloque a batata, 1/2 cebola, 2 dentes de alho e a couve flor, cubra com água e cozinhe em fogo médio.

Pique a outra metade da cebola, o alho e refogue em uma panela com azeite. Depois e refogado, acrescente a quinoa ou a lentilha. Em seguida os tomates picados e o extrato de tomate. Mexa tudo e tempere com 2 colheres de paprika, sal e pimenta do reino. Tampe e deixe cozinhar no fogo baixo por 10 minutos.

No copo do liquidificador ou processador de alimentos, coloque as batatas, cebola, alho, couve flor cozidos e 2 xícaras de água. Tempere com sal e azeite. Bater em velocidade alta até ficar uma consistência bem cremosa e lisinha. Esse é o molho branco.

Com os molhos prontos, pré aqueça o forno em temperatura média. Hora de montar a lasanha, em um refratário médio, eu começo com o molho branco, massa, molho vermelho, massa de novo, molho branco, massa, molho vermelho. Até terminar com o molho branco. Pode decorar como quiser.

Se seus molhos ficaram mais líquidos, pode assar a lasanha sem papel alumínio, se ficou mais enxuta, asse com papel alumínio para não ressecar demais. O tempo de forno varia dependendo da marca de massa de lasanha que você comprar. Geralmente é entre 30 a 50 minutos.

Lasanha vegana fácil

Essa receita rende 4 porções, e fica muito boa no dia seguinte também. Pode congelar em porções individuais também. Bom apetite 😋

BATATA ASSADA RECHEADA VEGANA

Eu fiz esta receita pela primeira vez esses dias, estava com vontade de comer algo simples de fazer e com sabor intenso. Batata! Hehehe

Melhor parte é que da pra começar a preparar algumas horas antes, fazer um monte de coisa e só finalizar na hora que a fome bater de vez.

Neste dia eu fiz duas batatas doce e duas batatas comum, que é o que tinha aqui em casa. Então faça com a batata que quiser.

Sobre o creme de leite de castanha de caju, pode ser facilmente substituído por creme de leite de inhame, de couve-flor ou de mandioca. É só bater um dos três, cozidos, com água e sal. Pronto. Tem um post em andamento, onde falo somente sobre isso e também compartilho quantidades certinho. Fique de olho por aqui.

O passo a passo desta receita está em um vlog super legal no meu YouTube, link aqui.

INGREDIENTES

  • 4 batatas
  • 1/2 xícara de castanha de caju
  • 1/2 xícara de agua
  • 1 cebola
  • 2 dentes de alho
  • Um punhado de cogumelos frescos ou seco
  • 1/2 abobrinha
  • 1 tomate
  • Sal e pimenta
  • Azeite de oliva
  • 50 gramas Queijo vegano (opcional)

MODO DE PREPARO

Comece embrulhando as batatas individualmente em papel alumínio. Coloque no forno, temperatura média por 30 a 45 min. Vai espetando a batata de vez em quando, precisa ficar bem macia. Se sua batata for muito grande, pode levar mais de 45 minutos.

Bata as castanhas de caju, água e sal a gosto no liquidificador, esse vai ser nosso creme de leite de castanha. Reserve.

Pique a cebola em rodelas finas, pique alho e os cogumelos em fatias finas. Em uma frigideira grande, refogue os mesmos em azeite de oliva. Enquanto isso, ralar a abobrinha e picar o tomate em cubinhos. Acrescente a abobrinha e o tomate na frigideira, refogue por mais uns 10 minutos. Ajuste a quantidade de sal e pimenta.

Após desligar o fogo, misture o creme de leite de castanhas. Tire as batatas do forno, retire o papel alumínio com muito cuidado, coloque as batatas em uma assadeira. Faça cortes horizontais, e abra buracos levemente com um garfo. Dívida todo o recheio nas 4 batatas. Leve ao forno novamente por 10 minutos, com a temperatura média/alta.

Pronto! Na foto eu servi com salada de espinafre. Esta receita rende duas porções generosas.

MIYEOK GUK VEGANO – SOPA DE ALGAS COREANAS

A sopa de algas coreanas (miyeok guk ou miyuk guk, 미역국) é uma sopa predominantemente feita com alga marinha, que pode ser encontrada como alga coreana ou wakame (em japonês). Vendida geralmente seca em pacotes pequenos que não devem ser subestimados, pois a alga quando hidratada rende muito!

A sopa também é tipicamente acompanhada de alguma forma de proteína animal, juntamente com temperos leves (sal, molho de soja, alho e óleo de gergelim torrado). Mas claro que aqui na minha cozinha é sempre Miyeok Guk vegano com cogumelos! Testado e aprovado pela minha sogra Coreana 🙂

O segredo aqui é unitizar cogumelo shitake seco, vai garantir aquele sabor umami, inesquecível!

SOPA DE ANIVERSÁRIO COREANA?

Na Coréia, a sopa de algas é freqüentemente servida para uma mulher que acabou de dar à luz, porque os nutrientes contidos nas algas são conhecidos por ajudar na recuperação e também na produção de leite materno.

Todo ano mães e filhos tomam essa sopa no dia do aniversário, como um lembrete do primeiro alimento que a mãe consumiu e passou para o recém-nascido pelo leite do peito. Simbolizando união e trazendo boa sorte para o resto do ano.

Tem um significado lindo e aqui em casa fazemos questão de seguir a tradição. Mas isso não quer dizer que não se pode consumir a sopa em outras datas, pode fazer quando quiser afinal é uma sopa leve, saborosa e bem nutritiva! Só não esquece de me contar como ficou 🙂

Se você quiser ver o passo a passo, tem um vídeo no meu canal do YouTube. O link está aqui.

INGREDIENTES

  • 100 gramas de cogumelo shitake seco
  • 100 gramas de cogumelos frescos
  • 30 gramas de algas coreanas (um punhado pequeno)
  • 1/2 cebola
  • 3 dentes de alho
  • Óleo de gergelim tostado
  • 1 colher de sopa de missô (pasta de soja) ou 2 colheres de shoyo
  • Água
  • Semente de gergelim
  • Arroz branco para acompanhar (opcional)

MODO DE PREPARO

Comece colocando o cogumelo seco de molho em água quente, em seguida coloque a alga coreana de molho em uma tigela média, pode colocar bastante água, pois a alga rende bastante. Pode deixar de molho algumas horas antes de começar a preparar a sopa, no mínimo 30 minutos.

Pique a cebola e o alho em cubinhos pequenos, pique os cogumelos frescos e os secos (que ficaram de molho) em tirinhas. Numa panela grande, coloque um pouco de óleo de gergelim tostado e refogue todos os temperos e cogumelos. Acrescente sal, Misô e a água que hidratou os cogumelos secos.

Prove a quantidade de sal e cubra a panela com água. Aproximadamente 6 xícaras de água. Feche a tampa e deixe cozinhar por 10 minutos no fogo baixo.

Sirva em um prato bem fundo, decote com semente de gergelim. Pronto!

Miyeok Guk vegano

Esta receita rende 4 porções. Pode guardar na geladeira se sobrar, no dia seguinte fica bem gostosa também!

ESCONDIDINHO DE GRÃO DE BICO VEGANO FÁCIL

Quem aqui é fã de escondidinho põe o dedo aqui! Não tem como negar que está receita é queridinha e muito bem aceita por todos 🙂 Agora que tal preparar com um “frango” fake muito mais gostoso e nutritivo 🙂

Eu sei que tem gente que não gosta muito de grão de bico, mas pode ficar tranquilo que nesta receita, fica quase imperceptível a presença do mesmo. Está duvidando? Então te desafio a fazer exatamente como está descrito aqui e depois me conta o que achou!

Algumas observações gerais: eu geralmente compro grão de bico seco, deixo de molho de noite e cozinho no dia seguinte. Na hora de texturizar o grão de bico tome cuidado para não processar demais, o ideal é ter 10% de grãos inteiros e outra maior parte com pedacinhos ainda. Não pode virar pasta ou farofa demais! Então vai aos poucos ou tente ir amassando com um garfo mesmo, só vai demorar um pouco mais.

O passo a passo desta receita está em um vlog no meu canal do YouTube, acesse clicando aqui.

INGREDIENTES

  • 2 xícaras de grão de bico cozido ou enlatado
  • 1 kilo de Batata
  • 1/2 cebola
  • 3 dentes de algo
  • 2 tomares
  • 1 cenoura
  • 1/2 xícara de milho congelado ou enlatado
  • Salsinha e cebolinha a gosto
  • 4 colheres de sopa Creme de castanha de caju ou outro creme vegetal
  • Sal e pimenta do reino
  • Azeite de oliva

MODO DE PREPARO

Comece triturando levemente o grão de bico usando um liquidificador, processador ou até mesmo um garfo. A textura precisa ter alguns grãos inteiros e parecer um pouco frango desfiado. Não pode processar/amassar demais. Reserve.

Descasque as batatas e cozinhe em água com sal. Depois de cozidas, amasse com um garfo e tempere com azeite e sal. Se precisar, coloque um pouco de água quente. Reserve.

Pique o alho e acebola e cubos pequenos. Em uma frigideira grande coloque um fio de azeite e refogue o alho com a cebola, colocando o grão de bico em seguida. Tempere com sal e pimenta do reino. Mexa sempre para não queimar. Diminua o fogo, pique o tomate em cubinhos, rale a cenoura. Misture o tomate, cenoura, milho e temperos verdes com o grão de bico refogado. Cozinhe por mais uns 10 minutos, desligue o fogo e então acrescente o creme de castanha de caju. Pronto!

Numa assadeira, cubra o fundo com metade do purê de batata, espalhe bem para ter uma camada uniforme. Coloque todo o recheio de grão de bico e então o restante do purê de batatas. Cubra com papel alumínio e leve ao forno em temperatura média por 20 minutos. No final deste tempo, retire o papel alumínio e deixe gratinar pro mais uns 10 minutos.

Sirva com uma salada colorida e molho agridoce de maçã 😋 Bom apetite! Esta receita rende 4 porções bem servidas.

MOLHO BOLONHESA VEGANO DE LENTILHA

Esta receita é a solução de dois problemas, e não existe solução maus gostosa do que um macarrão com molho bolonhesa vegano 💛🍝

Quais são os problemas? Primeiro, ninguém merece ficar comendo macarrão só com molho de tomates a vida toda! E o segundo problema é comer sempre lentilha com temperos básicos, afinal lentilha é uma boa fonte de proteína e acessível.. Juntando a fome com a vontade de comer, o melhor molho bolonhesa vegano da sua vida é o casamento perfeito entre o molho de tomate com lentilhas!

Separe agora mesmo os ingredientes e faça aí na sua casa para entender melhor sobre o que eu estou falando.

INGREDIENTES

  • 1/2 cebola
  • 3 dentes de alho
  • Azeite de oliva a gosto
  • 1 xícara de lentilha seca (ou 1 xícara e meia de lentilha cozida)
  • 1 lata de tomates descascados ou 1/5kg de tomates bem maduros
  • 1/2 abobrinha
  • 1/2 beterraba
  • 1 colher de sopa Paprika defumada
  • Sal a gosto
  • 1 pacote de macarrão

MODO DE PREPARO

Comece fervendo água suficiente para cozinhar o macarrão.

Pique a cebola e o alho bem pequenos, numa panela média, coloque azeite e refogue a cebola e o alho. Lave bem a lentilha e refogue junto. Acrescente os tomates e 1 xícara de água, mexa bem e tampe a panela.

Coloque o macarrão para cozinhar, seguindo as instruções na embalagem.

Enquanto isso, usando a parte grossa do ralador, ralé a abobrinha e a beterraba. Junte aos molho de tomate. Adicione a paprika defumada e o sal. Tampe novamente e cozinhe por uma 15 a 25 minutos no fogo baixo. O tempo varia dependendo do cozimento da lentilha. Se tiver lentilha cozida, misture por último e cozinhe somente por uns 10 minutos, para incorporar o sabor.

Escorra o macarrão e sirva com uma porção generosa do molho por cima! Esta receita de molho rende 4 porções. Bom apetite 😋