TOFU MEXIDO COM ESPINAFRE (OVOS MEXIDOS VEGANOS)

Na minha jornada de reeducação alimentar eu tive vários pontos cruciais de mudanças e muito aprendizado. Não como carne vermelha a mais de 10 anos e peixe eu fui deixando de comer aos poucos. Mas queijo e ovos predominaram por muito tempo, tempo demais!

Eu que sempre amei cozinhar e entender a infinidade de combinações e possibilidades em uma cozinha, percebi que depois de muitos anos sendo vegetariana, quase todas as minhas receitas levavam ovo ou queijo, ou como no caso do ovo mexido, ambos! Sendo assim, desde o final de 2017 eu venho utilizando mais alimentos integrais na minha dieta, ou seja pouco ou nada processados, e foi ai que eu comecei a questionar o queijo e toda forma que ele é produzido. Se você parar para pesquisar sobre isso, em fontes seguras, vai deixar de ser tão gostoso assim! E a mesma regra se aplica para o ovo! Não interessa a quantidade de gordura, se faz bem ou mal, se é light ou tem pouco sal. Na minha cozinha não tem mais queijo e nem ovos!

Desde então, eu percebo que tenho me obrigado a ser mais criativa e venho explorando sabores e ingredientes novos constantemente. E o tofu é um deles. Antes eu sempre dizia que não gostava de tofu, mas na verdade eu não sabia como preparar. Comecei aprendendo a comprar, sempre orgânico e quando possível feito com broto de soja (sprouted beans).

Mas pera ai, tofu não é um alimento processado? Sim! Mas muito menos do que o queijo. Começando pela lista de ingredientes, na maior parte das vezes é só soja. E vale ressaltar que devemos diversificar o que comemos, e nesse quesito, eu pessoalmente como tofu de 2 a 3 vezes por semana. Considerando que utilizo em outras receitas também.

Para fazer o “ovo mexido” use o tofu com firmeza média, nem tão mole e nem tão duro. Sempre pressione para retirar o máximo de umidade possível e desmanche ele com as mão mesmo, para ficar mais parecido com ovo mexido e penetrar mais sabor. Vamos logo para a receita completa..

INGREDIENTES

  • 200 gramas de tofu
  • 2 colheres de sopa de azeite de oliva
  • 1 colher de chá de cúrcuma em pó
  • 1 colher de chá de alho em pó ( pode ser 1 dente de alho picadinho )
  • 1 colher de chá de levedura nutricional
  • Suco de 1/2 limão espremido ou 1 colher de sopa de vinagre de maça
  • Pimenta caiena a gosto
  • Pimenta do reino a gosto
  • Sal a gosto
  • 2 punhados de espinafre ( opcional )

MODO DE PREPARO

Aqueça uma frigideira antiaderente, comece adicionando o azeite e caso você esteja usando o alho fresco, doure o alho e só depois adicione o tofu esmagado. Coloque todos os outros ingredientes, menos o espinafre e misture bem, ajuste o sal e a acidez do limão. Continue cozinhando por mais uns  10 minutos, até o ficar bem sequinho e começar a dourar. Por ultimo adicione o espinafre e desligue o fogo.

Tofu mexido com espinafre
Tofu esmagado com os temperos

Eu gosto de servir numa fatia de sourdough, puro mesmo com avocado picado, ou como nessa foto abaixo, no omelete de grão de bico. Essa receita rende uma porção e sustenta muito! Como isso depois de uma corrida pesada ou em dias que acordo com muita fome! Dá pra variar bastante os temperos, mas sempre uso a cúrcuma em pó para deixar mais amarelinho (sou daquelas que prefere mais gema do que clara, hehehe).

Tofu mexido com espinafre

Bom apetite!

OMELETE DE GRÃO DE BICO – RECEITA BÁSICA

Não, não é um omelete, pois não vai ovo! Por que não chamar de panqueca então? Por que parece um omelete! É rico em proteína, também é feito usando apenas um ingrediente, é pratico de fazer e é muito versátil!

Na real eu nunca gostei muito de omelete, por ter cheiro de ovos, então esse é a melhor versão de omelete para mim. Quando descobri algumas receitas desse omelete fique achando que não era possível. Achei que não teria liga e o sabor não seria bom. Tive que testar para acreditar!

Óbvio que deu certo e que eu amei, por isso estou compartilhando aqui com vocês. Como tem dias que prefiro comer alguma coisa salgada no café da manha, esse omelete vegano de grão de bico é perfeito. Eu gosto de rechear com avocado, humus, tofu mexido com espinafre… Fica muito bom com manteiga de amendoim e banana também!

INGREDIENTES

  • 1 xícara de grão de bico cru/seco
  • 1 xícara de água filtrada
  • Sal a gosto

MODO DE PREPARO

Deixe o grão de bico de molho por 8 horas ou mais. Não da pra usar grão de bico cozido ou enlatado!

Retire toda a água, lave bem e coloque no copo do liquidificador com uma xícara de água filtrada, adicione uma pitada de sal. Bata ate ficar com a consistência bem homogênea, adicione mais água se for necessário.

Omelete de Grão de Bico Vegano
Omelete de Grão de Bico Vegano – Massa crua na frigideira.

Aqueça uma frigideira reta e antiaderente. Fogo baixo. Coloque uma concha da massa e vai espalhando com uma colher, para ficar da espessura que você deseja. Eu prefiro deixar fininha, pois cozinha mais rápido. Espere as bordas começarem a ficar douradas, aproximadamente uns 4 minutos, e só então vire para cozinhar do outro lado. Espere ate começar a dourar, mas uns 4 minutos, e está pronto!

Omelete de Grão de Bico  Vegano
Omelete de Grão de Bico Vegano

Tempere a massa crua para ter mais sabores e cores, eu vou deixar isso para outra publicação, minha intenção aqui é mostrar a receita mais básica mesmo. Me conte nos comentários como você gosta de temperar o seu 🙂 Essa receita rende 4 porções médias.

ALGUMAS DICAS IMPORTANTES

  1. Tenha um frigideira realmente antiaderente, essa receita não vai virar um ovo mexido, que é o que geralmente se faz quando o omelete gruda!
  2. Se não estiver 100% confiante na sua frigideira, coloque um fio de azeite na massa. E reze!
  3. Se você for comer no café da manhã, deixe o grão de bico de molho antes de dormir. Cubra com 3 vezes a quantidade de água, pois os grãos tendem a crescer bastante.
  4. O fogo tem que estar sempre baixo. Se não, vai queimar antes de cozinhar! Se quiser da uma tostadinha, aumente o fogo só depois que estiver cozido dos dois lados.
  5. Tenha um pouquinho de paciência, principalmente se você estiver fazendo para mais de uma pessoa. Demora uns 10 min pra cada omelete ficar pronto. Vale a pena!

CURRY DE LENTILHA COM LEITE DE COCO

Hoje está um dia nublado, chuvoso. Dias assim me dão vontade de comer algo quente e reconfortante, sem necessariamente ser uma sopa. Então pensei em um refogado, que acabou virando esse lindo e delicioso curry com leite de coco.

Eu geralmente baseio minha refeição em torno de alguma leguminosa. E isso varia dependendo de como está meu dia, quando estou com o tempo apertado a lentilha é minha salvação! Pequenina que cozinha rápido e é um super alimento. Rica em proteína e fibras, e muitas vitaminas importantes para nosso bem estar e nutrição. Nada mal, não?

Mais um exemplo de receita com essa pequena poderosa SUPER SALADA DE LENTILHA

Esse curry já teve muitas variações aqui na minha cozinha, mas vou confessar que essa ficou especial. Sério! Foi como um abraço de dentro pra fora!

Eu usei um tempero indiano que se chama “Garam Masala”, mas da pra fazer com o curry em pó e ambos ficam deliciosos.

Eu aproveitei para fazer um pouco a mais e congelar algumas porções. É uma ótima receita para levar na marmita também! Eu geralmente sirvo com arroz integral ou couve picadinha, que pode ser um mix de folhas da sua preferência. A couve crua picadinha da uma textura bem interessante com o resto dos ingredientes cozidos no leite de coco, vale a pena experimentar.

INGREDIENTES:

  • 2 xícaras de lentilha
  • 2 dentes de alho
  • 1 batata doce grande
  • 1 pimentão verde
  • 200 ml de leite de coco
  • 1/3 de cabeça de couve flor
  • 1 colher de chá de curry ou garam masala
  • 1/2 colher de chá de açafrão em pó
  • 1/2 colher de chá de cominho
  • 1/2 colher de chá de alho em pó
  • 2 colheres de sopa de óleo de coco
  • Sal e pimenta a gosto
  • Coentro ou Salsinha a gosto

MODO DE PREPARO:

Deixe a lentilha de molho por uma hora. Descarte a água do molho e reserve.

Pique o alho, a batata e o pimentão em cubos. Em uma panela grande, com fogo médio, refogue esses ingredientes com o óleo de coco por 5 minutos. Acrescente a lentilha, todos os temperos secos e o leite de coco. Ajuste o sal e tampe a panela. Deixe cozinhar, enquanto isso pique a couve flor e o coentro. Acrescente a couve flor e o coentro, se precisar adicione um pouco de água. Tampe a panela e cozinhe até a lentilha ficar macia.

Eu pessoalmente gosto do curry mais cremosos e não aguado, então deixo cozinhar até quase todo o líquido evaporar. Mas se você prefere ter um caldo, dobre a quantidade do leite de coco. Rende de 4 a 6 porções.

CURRY DE LENTILHA COM LEITE DE COCO
CURRY DE LENTILHA COM LEITE DE COCO e couve crua picada

Bom apetite 🙂

SALPICÃO DE GRÃO DE BICO

O Salpicão me traz na memória grandes almoços em família. Sempre servido como a salada, a opção light, o frescor do cardápio. Mas pessoalmente, como nunca gostei de maionese e nem de frango, comia mais por curiosidade do que por gosto. Provavelmente os outros vegetais e uva passa acabavam deixando essa experiencia gastronômica mais prazerosa.

Mesmo assim nunca deixei de pensar que, feito de uma forma diferente, seria realmente interessante. Tanto no paladar quanto em nutrientes. Pensando nisso, um dia pesquisei muitos as receitas de salpicão vegano que já existem, e não fiquei muito satisfeita com os resultados. Diversas receitas levam grão de bico no lugar do frango, uma boa ideia já que também é rico em proteína, tem sabor neutro e cor discreta. Porem por ser redondo, acaba não se encaixando na receita! Foi ai que fiz o teste de triturar o grão de bico, o suficiente para perder o formato de bolinha, sem virar uma pasta. E ficou impressionante! Virou frango desfiado, ou melhor, grão de bico desfiado! Yes!

Dica importante: Compre grão de bico seco e cozinhe em casa! É essencial que ele seja cozido ate ficar ao dente, escorrido e resfriado antes de ser triturado. Isso vai ajudar na textura e sabor. Eu utilizo o liquidificador na função pulsar, e vou colocando 1 xícara de grão de bico cozido por vez, até obter a quantidade necessária.

Eu amo levar esse salpicão vegano em piqueniques! Para comer puro, com folhas crocantes de alface, com chips, no pão… Simplesmente delicioso! Experimente levar em alguma festa de família, num churras! Da pra fazer em grande quantidade um dia antes, no dia seguinte fica ainda mais saboroso.

INGREDIENTES:

  • 1 xícara de grão de bico seco ( 2 xícaras de grão de bico cozido )
  • 1 cenoura grande
  • 1/2 cebola
  • 2 talos de salsão
  • 1/2 xícara de uva passa
  • 1 maçã
  • 1/2 pimentão verde
  • Sal a gosto
  • 1 colher de chá de cominho em pó
  • 1/2 xícara de Maionese Vegana
  • Suco de meio limão
  • 1/2 masso de salsinha

MODO DE PREPARO:

Comece triturando o grão de bico usando um processador ou um liquidificador. Lembrando que o grão de bico não pode estar muito cozido, se não vai acabar virando uma pasta. Tem que estar ao dente, em temperatura ambiente e bem sequinho. A consistência dele depois de triturado deve ser assim:

Salpicão de Grão de Bico
Textura do grão de bico triturado – Salpicão de Grão de Bico Vegano

Deixe o grão de bico numa tigela e comece o preparo dos outros ingredientes. Rale a cenoura no ralador de queijo, rale a cebola, pique em pedaços pequenos os talos de salsão, o pimentão e a maçã.

Salpicão de Grão de Bico
Salpicão de Grão de Bico Vegano

Coloque tudo na mesma tigela do grão de bico, adicione a uva passa, a maionese, o limão, a salsinha, cominho, sal e pimenta. Misture bem para que os sabores se encorporem. Prove para ajustar a quantidade de sal, pimenta e limão. E pronto. Essa receita rende 4 porções bem servidas. Guarde na geladeira por ate 3 dias. Sirva com mais salsinha fresca por cima.

Salpicão de Grão de Bico
Salpicão de Grão de Bico Vegano

Nessa foto abaixo eu servi em barquinhos de alface, para comer com as mão mesmo. Bom apetite!

Salpicão de Grão de Bico
Salpicão de Grão de Bico em barquinhos de alface

MAIONESE VEGANA DE CASTANHA DE CAJU

Essa receita é bem versátil. Quando faço comida mexicana bato com muito coentro e pimenta caiena, quando faço para sanduíche gosto de acrescentar levedura nutricional, ou ate mesmo com um pouco de maple syrup e paprika defumada!

Não tem segredo e nem desculpa para ficar comprando maionese industrializada!

Mas aqui esta a versão básica da maionese vegana sem soja! Se você quiser, substitua o azeite por meio avocado maduro. assim vai ser sem óleo também, em ambos os casos, fica super cremosa. A castanha de caju demolhada fica bem neutra, e eu considero insubstituível.


INGREDIENTES:

  • 1 xícaras de castanha de caju
  • 1/4 de xícara de azeite de oliva ou 1/2 avocado
  • 1/4 de xícara de água filtrada
  • 2 colheres de sopa de limão ou vinagre de maça
  • 1/2 colher de sopa de mostarda
  • 1/2 dente de alho
  • sal a gosto

MODO DE PREPARO:

Deixe as castanhas de caju de molho por no minimo 2 horas. Escorra as castanhas e passe por água filtrada. Coloque as no liquidificador com todos os outros ingredientes. Bata ate obter uma consistência de maionese. Prove para ajustar o sal e a acidez do limão.

Guarde na geladeira por até 4 dias.

A maionese da foto abaixo eu fiz com avocado, pois tinha um bem maduro na minha fruteira e aproveitei para fazer com ele mesmo, por isso esta meio esverdeada.

*Vou atualizar esse post assim que eu fizer a receita mas parecida com a  original, apenas com o azeite de oliva.

Maionese De Castanha de Caju e Avocado
Maionese De Castanha de Caju e Avocado

BROWNIE CRU DE NOZES

Pensa naquele desejo de comer algo doce, de preferencia com chocolate, e definitivamente sem culpa!

Então essa receita é perfeita! Pois são somente cinco ingredientes e não precisa assar!!! Isso mesmo, como uma mágica, esse brownie cru, vegano, sem gluten, saudável, nutritivo e delicioso esta a 30 minutos de ficar pronto e poder ser devorado!

A textura dele é impressionante, fica firme e ao mesmo tempo desmancha na boca. Eu amo a combinação do cacau com o sabor de caramelo que a tâmara tem, por isso uma pitadinha de sal é importante, acentua ainda mais o doce. É bem provável que se torne seu brownie favorito!

Não tem castanha melhor do que nozes quando o quesito é brownie, por isso ela é a protagonista aqui! Em todo caso, pessoalmente não gosto de encontrar pedaços muito grandes de nozes no meio do brownie, por isso triturei toda quantidade de nozes no começo da receita. Mas se você gosta, separe 1/5 das nozes e pique grosseiramente com uma faca e misture só no final.

INGREDIENTES:

  • 2 xícaras de nozes
  • 10 tâmaras médias
  • 4 colheres de cacau em pó (achocolatado não funciona)
  • 1/2 colher de sopa de canela
  • pitada de sal

MODO DE PREPARO:

Se as suas tâmaras estiverem muito secas e duras coloque de molho em água quente por 15 minutos. Escorra bem essa água e reserve as tâmaras.

Você vai precisar de um processador ou liquidificador potente. Coloque as nozes, bata ate virar uma farinha grossa. Não bata alem do necessário para não virar uma manteiga de nozes. Adicione as tâmaras, e bata mais um pouco. A massa vai começar a ficar mais úmida, então adicione o cacau em pó, a canela e o sal. Bata ate tudo ficar bem encorporado. A consistência é como uma farofa bem grudenta, mas quando você pega na mão e aperta, tem liga para virar um brownie.

Tire toda massa do processador e adicione nozes picadas, talvez seja mais fácil misturar com as mãos mesmo. Separe uma forma pequena e retangular, pode ser uma tigela de plastico quadrada. Forre o fundo com papel manteiga. Coloque a massa aos poucos e pressione pra baixo com uma colher ou com os dedos mesmo, repita até o final da massa. Leve para a geladeira por no minimo 2 horas para firmar um pouco mais, porem já da pra comer um pedacinho assim que terminar, vai ser difícil esperar tanto tempo!

BROWNIE CRU DE NOZES
BROWNIE CRU DE NOZES

Coma gelado ou em temperatura ambiente. Eu gosto de polvilhar cacau por cima e servir com morangos frescos!

BROWNIE CRU DE NOZES
BROWNIE CRU DE NOZES

Bom apetite!

GRANOLA DE FRIGIDEIRA

Dourada, crocante, cheia de castanhas, coquinho queimado, doce na medida certa… Essa é minha granola favorita! E a receita está aqui pra você fazer em casa e se surpreender!

Se você acha que eu estou exagerando, afinal a prateleira do supermercado tem inúmeros tipos de granolas e não tem motivo pra querer melhorar isso, talvez essa receita não seja para você. Pule para o próximo post, obrigada!

No meu ponto de vista sempre foi extremamente difícil comprar uma granola pronta! Seja pela lista de ingredientes desnecessários, pelo tipo de açúcar ou adoçante e a quantidade exagerada, por não crocante ou ser crocante demais, pelo preço, pela embalagem de plástico dentro da embalagem de papel… enfim, eu desisti e não comia granola já por um bom tempo! Se você se identifica com meu caso, e ama uma granola fresquinha e deliciosa, faça essa receita e seja feliz!

Por que na frigideira? É fácil chegar no ponto certo, sem correr risco de queimar! Simples assim. Só é importante não parar de mexer e não se distrair. Leva de 10 a 20 minutos para ficar pronta, dependendo do quando dourada você gosta.

Não gosto de fazer em grande quantidade, pra granola ficar sempre fresca. Essa quantidade da receita rende 500 a 600 gramas e eu consumo em até uma semana. Guardo num pote de vidro bem selado!

Sobre o açúcar, eu coloco o mínimo possível, pois geralmente como com frutas e cremes que já são doces. Mas se você do tipo formiguinha, pode dobrar a quantidade do açúcar!

INGREDIENTES:

  • 2 xícaras de aveia inteira
  • 1/2 xícara de semente de girassol
  • 1/2 xícara de nozes picadas
  • 1/2 xícara de amêndoas picadas
  • 1/2 xícara de flocos de coco
  • 4 colheres de chia
  • 6 a 8 colheres de açúcar Mascavo
  • 4 colheres de água
  • 2 colheres de óleo de coco
  • Pitada de sal

MODO DE PREPARO:

Aqueça uma frigideira grande, adicione o óleo de coco, a água, o açúcar Mascavo e o sal. Mexa até que o açúcar e o sal se dissolvam, em seguida adicione todos os outros ingredientes. Mexa muito bem para que a granola fique doce por igual!

Com o fogo médio pra alto, mexa bem todos os ingredientes a cada minuto. Com uma colher grande transfira toda parte de baixo para cima, assim vai ficar toda dourada. Demora de 10 a 20 minutos, quando estiver dourada suficiente desligue o fogo e transfira imediatamente para uma tigela fria para interromper o cozimento.

GRANOLA DE FRIGIDEIRA
GRANOLA DE FRIGIDEIRA

Pronto. Se você gosta de granola crocante espere esfriar completamente antes de vedar a tigela/pode em que vai ficar armazenado.

GRANOLA DE FRIGIDEIRA
GRANOLA DE FRIGIDEIRA

Na foto eu servi por cima de um creme de banana com espinafre. Outra dica é servir com o Iogurte de Morango com Castanhas, fica perfeito!

Creme de banana com espinafre, granola e blueberries
Creme de banana com espinafre, granola e blueberries

Bom apetite!

BUDDHA BOWL JAPONÊS

Eu fiquei na dúvida de chamava essa receita de Buddha bowl, Poke ou salada japonesa! Pra mim é uma mistura dos três e minha combinação favorita nesse momento!

Explicando melhor: uma refeição completa, com proteínas vegetais, grãos, sementes, legumes e verduras com coloração vibrante! Tudo isso num bowl lindo que vai alimentar corpo e alma! E o feed do seu Instagram!

De toda maneira, é um prato que alem de lindo é muito saboroso! Um dos ingredientes é a alga nori, que pra mim sempre foi a melhor parte de um restaurante japonês! O nori que eu tenho em casa é na verdade uma receita coreana que se chama Gim-Gui (김구이), são pedaços da alga nori grelhada com azeite e sal. Fica bem crocante e é um snack saudável e muito saboroso. Gosto de usar em saladas e outras receitas tanto pela densidade nutricional quanto pelo delicioso sabor de frutos do mar!

Nessa receita a quantidade de arroz e folhas vai depender da sua fome e preferência. Eu sempre gosto colocar pouquinho arroz na base e muita salada por cima, isso vai dar impressão que a porção é gigante, mas na verdade a maioria são só folhas mesmo!

Para servir essa receita você vai precisar de dois potes redondos, para parecer um Buddha bowl mesmo! Esses bowls são um pouco maiores do que os que comemos cereal e menores do que os que se usa pra fazer bolo! Rs! Ou pode servir num prato fundo, mas tenha muito cuidado na hora de misturar o molho, para não cair tudo pra fora!

Ingredientes:

  • 1/2 xícara de arroz integral
  • 6 a 8 Folhas de rúcula ou alface americana
  • 1 xícara de edamame sem a casca
  • 1 batata doce e alecrim
  • 1 pedaço pequeno de repolho
  • 10 folhas pequenas de nori (ou a gosto)
  • 10 tomates cereja
  • Gergelim a gosto

Ingredientes molho:

  • 1/2 colher de chá de pasta de wasabi (ou gengibre ralado)
  • 2 colheres de sopa de azeite de oliva
  • 4 colheres de sopa de shoyu
  • 4 colheres de sopa de água
  • Suco de meio limão

Modo de preparo:

Cozinhe o arroz com um pouco mais de água do que o normal, para ficar mais molinho. Reserve.

Se a sua batata doce for orgânica, não precisa descascar. Pique em cubinhos pequenos, cozinhe com pouca água, apenas o suficiente para cobrir os cubos. Quando a água secar adicione um fio de azeite, alecrim e um pouco de sal. Prove para ver se está macia. Reserve.

O edamame que eu utilizei veio cozido e congelado. Então é só seguir as instruções da embalagem. Separe a quantidade certa e reserve.

Pique o tomate cereja em rodelinhas, pique o repolho, pique as folhas, faça tirinhas finas com o nori e reserve.

Preparo do molho:

Numa tigela pequena, junte todos os ingredientes e misture bem! O wasabi é completamente opcional, mas se quiser arriscar, vai adicionando aos poucos, até obter a quantidade ideal para o seu paladar.

Montagem:

1- Arroz e salada na base

Buddha Bowl Japonês
Buddha Bowl Japonês – Montagem 1

2- Edamame, batata doce, repolho roxo, tomate cereja, algas nori, gergelim no centro

Buddha Bowl Japonês
Buddha Bowl Japonês – Montagem 2

Sirva assim e com o molho a parte. Após apreciar a beleza do prato (e fazer foto para o Instagram) jogue o molho por cima e misture tudo muito bem, para incorporar os sabores. Essa receita rende 2 porções bem servidas!

Buddha Bowl Japonês
Buddha Bowl Japonês com molho misturado. Algas Nori Kim do lado.

Bom apetite!

QUEIJO CREMOSO DE BATATA DOCE

Sou vegetariana a mais de dez anos e sempre pensei que nunca conseguiria parar de comer queijo feito com leite de vaca, mas um dia minha ficha caiu e deixou de ser tão gostoso e prazeroso.

Desde então eu venho produzindo meus próprios queijos totalmente vegetais e as descobertas de sabores e texturas são maravilhosas!

Esse queijo cremoso que estou compartilhando hoje foi feito para uma receita de tacos de tofu e feijão preto. Mas fica muito bom em nachos, no pão, no macarrão, na panqueca de grão de bico, no meio do tofu scramble… infinitas possibilidades!

Antes de detalhar os ingredientes, preciso explicar que usei a batata doce que é laranja por dentro, e por isso essa cor tão vibrante! Mas pode usar a batata doce normal e adicionar um pouco de cúrcuma em pó para obter uma coloração similar.

Queijo Cremoso de Batata Doce
Queijo Cremoso de Batata Doce

Outro detalhe, a primeira vez que fiz esse queijo cremoso eu tinha um pouco de mandioca cozida na geladeira, e utilizei 2 pedaços médios, a cremosidade ficou perfeita! Mas como dessa vez eu não tinha mandioca, acabei usando a castanha de caju demolhada, que também ajuda na consistência. Ambos não interferem no sabor, então utilize o que for mais fácil aí na sua região.


INGREDIENTES

  • 1 batata doce grande cozida
  • 1/4 de xícara de castanha de caju crua e demolhada ou dois pedaços de mandioca cozida
  • Água do cozimento da batata doce
  • 3 colheres de sopa de levedura nutricional (você pode comprar online)
  • 1/2 dente de alho
  • 1/2 colher de chá de melado de cana
  • Suco de meio limão (vai colocando aos poucos, para controlar a acidez)
  • Pimenta caiena a gosto
  • Pimenta do reino a gosto
  • 2 colheres de shoyu ou tamari
  • Sal a gosto
  • 1 colher de sopa de azeite de oliva

MODO DE PREPARO

Cozinhe a batata doce até ficar bem macia, separe a água do cozimento e reserve. Coloque só a batata no liquidificador com o restante dos ingredientes e vai adicionando a água aos poucos, bata até ficar bem homogêneo. Quanto menos água você precisar para bater, mais cremoso vai ficar. Se no final estiver com consistência muito líquida, coloque numa panela no fogo baixo e cozinhe até o líquido evaporar, mexendo sempre para não queimar.

Sirva quente ou frio. Guarde na geladeira, num pote com tampa. Consumir em até 3 dias!

Queijo Cremoso de Batata Doce
Queijo Cremoso de Batata Doce

SUPER SALADA DE LENTILHA

É bem difícil decidir o nome desse prato, pois só salada acaba desvalorizando um pouco uma receita tão completa, que não é só uma salada! Por isso decidi chamar de SUPER SALADA!

Dias quentes de verão e almoços corridos durante o trabalho pedem algo mais leve e de temperatura ambiente (não gelado), então essa receita se encaixa perfeitamente. Repleta de nutrientes, tem proteína boa da lentilha, mega dose de antioxidante do repolho ralado, vitamina C da maçã verde, vitaminas das sementes grelhadas… Frescor da Salsinha! E muito mais!

Se você nunca imaginou almoçar assim, uma super salada em temperatura ambiente, na marmita ou no prato, apenas experimente! Sabe aquela preguiça depois do almoço? Sabe? Eu não sei! Pois me alimentando assim, me sinto energizada e pronta pra continuar o que tiver pela frente!

Lembrando que também é uma boa opção para o jantar!

Super Salada de Lentilha
Super Salada de Lentilha


INGREDIENTES

  • 3 colheres de sopa de semente de abóbora crua e sem casca
  • 3 colheres de sopa de semente de girassol crua e sem casca
  • 1 dente de alho picadinho
  • 1 pedaço médio de repolho roxo ralado
  • 1 talo de salsão picadinho
  • 1/2 pimentão amarelo ou laranja
  • 1/3 de maçã verde ralada
  • 1 xícara de lentilha cozida e escorrida
  • Punhado de Salsinha picada
  • Punhado de folhas de rúcula
  • Paprika a gosto
  • Sal a gosto
  • Azeite de oliva
  • Vinagre de maçã

MODO DE PREPARO

Aqueça uma frigideira com fogo médio. Acrescente um fio de azeite, o alho picado, as sementes de abóbora e de girassol, sal e paprika a gosto. Refogue por 10 minutos mexendo sempre para não queimar. Reserve.

Numa tigela coloque o repolho, pimentão, salsão, lentilha, maçã ralada, Salsinha e as sementes grelhadas. Tempere tudo com azeite e vinagre de maçã. Ajuste o sal e sirva junto com as folhas de rúcula.

O sabor da maçã nessa salada é de um adocicado sutil, sempre um mistério, que junto com o crocante das sementes grelhadas com alho, fica maravilhoso!

Essa receita rende duas porções grandes. Abuse na quantidade de rúcula!

Bom apetite!

Super Salada de Lentilha com Rúcula
Super Salada de Lentilha com Rúcula

 

PORTOBELLO VEGGIE BURGER ENROLADO NA COUVE

Essa receita eu sempre faço quando quero impressionar alguém! Alguém que respeite receitas veganas, mesmo sendo onívoro. Dando uma chance para a culinária que só usa plantas e impressiona com sabor, nutrição e beleza!

Se você olhar nas fotos da montagem, da pra entender que no lugar do hambúrguer ( a parte que seria carne ) é só o cogumelo mesmo. Sem ter que fazer massa nenhuma ou tentar atingir a consistência ideal. Fica perfeito, da pra morder sem medo de despedaçar, o formato já é redondo e se for bem temperado, fica suculento e muito saboroso. A maior dificuldade é encontrar esses cogumelos grandes suficientemente para ser a estrela desse lanche. E eu sei que no Brasil não é fácil encontrar cogumelos Portobello, então sugiro que você use o shitake e se for o caso coloque mais de um em cada lanche, para ficar proporcional à um “hambúrguer”.

Outra regra na hora de decidir fazer essa receita é primeiramente ter os cogumelos ideais em mãos. Já aconteceu de eu querer fazer o hamburguer, sair para comprar os ingredientes e não encontrar os cogumelos. Então entenda como um sinal dos céus o dia que você encontrar cogumelos portobellos ou shitakes em abundancia no mercado!!

Ingredientes para o hummus de fava:

  • 1 xícara de fava (pode ser grão de bico ou feijão branco) demolhada
  • 1 beterraba média descascada
  • 1 dente de alho
  • Suco de meio limão
  • 2 colheres de sopa de azeite de oliva
  • Pimenta caiena e sal a gosto
  • Água para ajudar a processar

Cozinhe a fava e a beterraba juntas, até ficarem ao dente. Após cozidas, coloque no liquidificador ou processador com o restante dos ingredientes. Bata até obter consistência homogênea. Prove para definir quantidade de sal, pimenta e acidez do limão, se necessário vai acrescentando mais aos poucos. Reserve.

Outros Ingredientes:

  • 4 cogumelos portobello grandes ou 8 pequenos
  • 8 folhas de couve manteiga
  • 1 avocado maduro
  • 2 cebolas médias
  • 1/2 Pimenta jalapeño
  • Pimenta do reino
  • Cominho em pó
  • Paprika picante
  • Alho em pó
  • Azeite de oliva
  • 1/2 colher de açúcar Mascavo
  • Sal

Comece esquentando uma frigideira. Regue com azeite de oliva e coloque os cogumelos com a parte lisa para baixo. Tempere na frigideira mesmo com sal, pimenta do reino, paprika, alho em pó e cominho. Vire a parte temperada para baixo e deixe cozinhar por uns 10 min, pressionando a parte de trás com uma colher de vez em quando. Você vai perceber que vai soltar bastante água, e isso vai caramelizar o cogumelo juntamente com todos os temperos. O aroma é irresistível! Quando estiver molinho e suculento retire do fogo e reserve.

Na mesma frigideira, coloque as cebolas e o jalapeño picado. Eles vão absorver todo o tempero do cogumelo, mesmo assim ajuste a quantidade de sal e adicione o açúcar Mascavo, cozinhe até a cebola ficar dourada e transparente! Reserve.

Lave as folhas de couve e corte excesso de talo. Se as folhas não estiverem molinhas, vão acabar quebrando na hora de enrolar o lanche. Então ferva 2 litros de água numa panela grande, mergulhe as folhas de couve e deixe cozinhar por 2 minutos. Retire e escorra bem a água. Reserve.

Abra o avocado no meio e pique em finas fatias. Reserve.

Montagem

Na hora da montagem, siga essa ordem:

  1. Duas folhas de couve formando um X
  2. Duas colheres do hummus
  3. Um cogumelo grande ou alguns pequenos
  4. Avocado fatiado
  5. Cebola caramelizada com jalapeño

 

Duas folhas de couve formando um X
1. Duas folhas de couve formando um X

2. Duas colheres do hummus
2. Duas colheres do hummus

3- Um cogumelo grande ou alguns pequenos
3- Um cogumelo grande ou alguns pequenos

4- Avocado fatiado
4- Avocado fatiado

5- Cebola caramelizada com jalapeño
5- Cebola caramelizada com jalapeño

6- Enrolar e servir!
6- Enrolar e servir!

Enrole as pontas da couve que ficaram para fora e sirva de ponta cabeça, ou até com um palito no meio, pois as folhas insistem em abrir!

E pronto! Eu garanto pra você que é mais simples do que ler e compreender essa receita! E os sabores ficam tão perfeitos… faça aí e me conta o que achou!

PANQUECAS DE AVEIA

Essa receita já me rendeu muitos experimentos não bem sucedidos na cozinha! Sério! Não importa o que eu tente mudar, essa é a melhor versão de uma panqueca de aveia vegana e natureba.

Digo isso pois também eliminei o fermento químico, por simples razão de além de ser um fermento ainda é químico! Mas fique a vontade para utilizar, se isso não tiver relevância pra você. Eu testei com bicarbonato de sódio e vinagre de maçã, mas não gostei muito do resultado.

Panquecas de Aveia
Panquecas de Aveia

Para adoçar a panqueca eu já testei açúcar Mascavo, funcionou bem. E testei também colocar banana amassada, mas achei que queimou muito fácil e isso acabou atrapalhando no cozimento.

Então vamos lá, ingredientes:

  • 12 colheres de sopa de aveia
  • 3 tâmaras sem caroço
  • 1 colher de chá de chia ou linhaça
  • 1 pitada de sal
  • 1 a 2 xícaras de água filtrada (vai colocando aos poucos, até obter consistência de vitamina)

Coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata até obter consistência de uma vitamina homogênea e meio aguada.

Utilize uma frigideira antiaderente, no fogo médio, coloque algumas gotas de óleo de coco ou azeite e espalhe com um papel. Utilize esse mesmo papel com óleo para limpar a frigideira entre uma rodada de e outra de panqueca.

Esta é a melhor panqueca vegana. –Juno

Eu uso uma colher grande para colocar as panquecas na frigideira, vou espalhando para manter a altura uniforme. O primeiro lado tem que deixar até formar uma leve casquinha nas bordas, assim vai ficar mais fácil de virar. Faça tudo com calma e paciência. Para finalizar essa quantidade de massa eu demoro de 20 a 30 minutos, e rende duas porções bem generosas!

Panquecas de Aveia
Panquecas de Aveia

Sirva com frutas picadas, castanhas e maple syrup. Se não tiver maple, dilua um pouco de melado de cana com água, funciona super bem!